Cartel

Sobre:

Em 1964, no Ato da Fundação da Escola freudiana de Paris, Lacan propõe um novo dispositivo cuja finalidade seria promover avanços na transmissão da Psicanálise. Anunciou, então, o dispositivo de cartel, com as seguintes palavras:

“Aqueles que vierem a esta Escola se comprometerão a realizar uma tarefa submetida a um controle interno e externo: os que assim se comprometerem podem estar seguros de que nada se economizará para que tudo o que façam de valor tenha a difusão merecida no local mais conveniente. Para a execução desse trabalho adotaremos o princípio de uma elaboração sustentada dentro de um pequeno grupo: cada um deles se comporá de pelo menos três pessoas e de no máximo cinco, sendo quatro o tamanho ideal. No grupo haverá sempre Mais-Um (+1), encarregado da seleção, da discussão e da saída a dar ao trabalho de cada um.”

O cartel é regido por uma lógica diferente de todo e qualquer grupo de estudo, seja ele grande ou pequeno. É um dispositivo de trabalho com o saber inconsciente, formado por quatro pessoas que se escolhem entre si e, ao se reunirem, convida um quinto membro para ocupar o lugar do Mais-Um (+1). Essa é a inovação lacaniana do cartel: no momento dessa escolha, o Mais-Um, ao ser designado para ocupar esse lugar, tem a função de não ocupar a posição esperada do líder, nem a do Sujeito suposto Saber, tampouco a do analista. O Mais-Um é um membro do cartel que deve trabalhar produzir e se responsabilizar por pontuar e sustentar a inconsistência do Outro.

Cartéis em funcionamento:

Os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise - Seminário 11- Lacan : Mais-Um: Ida Amaral Brant Machado

Cartelizantes: Claudia Batista; Eduardo Montenegro; Maria Monda

Matema: Mais-Um: Fabio Borges

Cartelizantes: Maria Auxiliadora Bahia; Regina Beatriz; Yáskara Sotero; Ida Amaral Brant Machado

Interpretação dos sonhos: Mais-Um: Andrea Chagas Libanio de Freitas

Cartelizantes: Beatriz Angove; Douglas Willian Barcelos; Laura Oliveira Alberti; Liliane Nogueira

A arte de uma criança do traço ao laço: Mais-Um: Rosely G. Melgaço

Cartelizantes: Sabrina Santos; Adriana VC e Castro; Bruna A. Gibim

O Sujeito e sua Relação com o Outro na Contemporaneidade: Mais-Um: Ana Lúcia Bahia

Cartelizantes: Paulo EG Nobre; Luiza M. Souza; Kelly Maria Fonseca

Pulsão, Desejo e Gozo: Mais-Um: Ida AB. Machado

Cartelizantes: Bruna A. Gibim; Laura O. Alberti; Lívia M. Galdino

As Psicoses: Mais Um: Suzana MD Braga

Cartelizantes: Mariel C. Pereira; Mafalda Moreira; José Mauricio O. Neto

Sintoma e Fantasia: Mais-Um: Laura O. Alberti

Cartelizantes: Marília S. Sobral; Tamara FM Fráguas; Suzana MD Braga; Luciana M. Marcos

Desleituras da Adolescência e da Família: Mais-Um: Gustavo Borges

Cartelizantes: Juliana L. Greco; Maria Barcelos de Carvalho Coelho; Thereza Christina GB Curi; Yolanda M. Meira

O que é “corpo” para a psicanálise? Mais-Um: Maria Cristina M. Moura

Cartelizantes: Yáscara Sotero N. Veado; Regina Célia P. Nunes; Helton M Braga; Mônica CF Velloso

Psicanálise e Poesia Mais-Um: Jonas Samúdio

Cartelizantes: Danielle Teixeira Tavares Monteiro, Heloísa Mamede Silva Gonzaga, Milene Cordeiro Rangel, Suzana Braga

Cartel em formação:

Direção da Cura e os Princípios do seu Poder:

Proponente: Andrea CL. Freitas

 

escolafreudianabhiepsi@gmail.com